terça-feira , 16 outubro 2018

Home » Resenhas » Magazines » FANZINE MOSH # 16 (2017)

FANZINE MOSH # 16 (2017)

dezembro 22, 2017 6:00 pm by: A+ / A-

Para quem é veterano, old (very old) no Metal, como este escriba aqui o Fanzine Mosh marcou uma época e era uma referência para todos aqueles que faziam os tradicionais fanzines. Diagramação e conteúdo eram o trunfo que o André “Smirnoff” tinha de sobra. O tempo passou, o zine acabou e o André se mudou para o velho mundo, precisamente Londres na Inglaterra.

Justamente onde o “encontrei” via facebook e do contato rendeu sua preciosa colaboração com o antigo MetalVox, cobrira alguns shows e fizera algumas entrevistas. Quando voltou para terras de Pindorama nos desentendemos por conta de sua insistência em defender uma revista que outrora fora referência e que virou um mero balcão de negócios e altamente prostituído: a falida Rock Brigade – cada um faz o que quer, eu continuo com minha posição, foda-se gente que insiste em transformar Metal em mero negócio, FODA-SE!!

Mas vamos ao que interessa esta versão impressa do tradicional Fanzine MOSH. A capa, maravilhosa, já paga o preço desta fudida edição: King Diamond, que deu uma entrevista bastante elucidativa sobre suas atividades recentes. Agora um aparte, o zine, se concentra em entrevistas apenas (apenas? Eu particularmente achei estranho) e deixa os reviews para edição online.

Diagramação excelente, impresso e em papel de excelente qualidade, pôster do seminal Sarcófago e entupido de entrevistas tais como: Bode Preto,Uli Jon Roth, Claustrofobia, Holocausto, Amaranthe, Cryptic Slaughter, Cangaço, Final Disaster, Absolem e Alice Cooper. Além de uma reportagem do festival 70000 Tons of Metal – puxando a sardinha para seu lado já que é o organizador da caravana brasileira para este fudido festival à bordo de um transatlântico. Gostei muito e fico feliz por voltar à ativa e também pelo seu empreendendorismo dentro do Metal, sem prostituição e honestidade tá valendo, ao contrário que a merda da rock de brinquedo fez e que a levou para a sarjeta, acorda André.

www.fanzinemosh.com

Por: Jaime “TheMetalVox” Amorim

FANZINE MOSH # 16 (2017) Reviewed by on . Para quem é veterano, old (very old) no Metal, como este escriba aqui o Fanzine Mosh marcou uma época e era uma referência para todos aqueles que faziam os trad Para quem é veterano, old (very old) no Metal, como este escriba aqui o Fanzine Mosh marcou uma época e era uma referência para todos aqueles que faziam os trad Rating: 0

Facebook

scroll to top
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com