quinta-feira , 24 agosto 2017

Home » Entrevistas » ATTOMICA – lenda do Thrash mais viva do que nunca

ATTOMICA – lenda do Thrash mais viva do que nunca

agosto 6, 2017 1:56 pm by: A+ / A-

Attomica, eis uma banda que tenho dois de seus álbuns inteiros no meu HD pessoal, meu cérebro. “Attomica” e “Disturbing the Noise”, duas pérolas do Thrash Metal mundial, álbuns que são essenciais para qualquer apreciador do estilo em qualquer parte deste planeta. Tanto que ambos são bastante requisitados para relançamentos. A banda teve uma profunda reformulada recente e surge renovada e com planos, convocamos o simpático e solícito baixista/vocalista André Rod (único membro fundador restante) para alguns esclarecimentos.

1 – Sem querer rasgar seda e jogar confetes, ops, ah quer saber jogo mesmo afinal o Attomica tem seu primeiro álbum autointitulado e o “Disturbing the Noise” gravados no meu HD pessoal – meu cérebro. É sem sombras de dúvidas, pelo menos para quem acompanha a história do Heavy Metal brasileiro, uma referência quando o assunto é Thrash Metal. Enfim, vamos ao que interessa em 1993 a banda parou e somente em 2003 veio a se reunir novamente para o show “Attomica Reunion”. Do qual resulta o live álbum “Atomica Reunion. Dez anos, o que de fato aconteceu para tamanho espaço de tempo de paralisação?

André Rod ( vocal & bass) – Saudações meu amigo…! A paralisação se deu ao fato da cena do inicio dos anos 90 no Brasil não estarem proporcionando os resultados necessários para um bom rendimento da banda. Foram anos difíceis…

2 – Este live álbum vem com o título “Atomica Reunion”, porque fora suprimindo um t do nome oficial da banda?

André – Numerologia… Um dos integrantes da época era adepto a esta prática.

3 – Como membro fundador da banda foi duro ver toda aquela celeuma que ocorrera em 2014, disputas judiciais. Sobrara magoas até hoje, chato ver velhos parceiros chegarem a este ponto e como fã é estranho acompanhar uma situação como esta..

André – Chato mas indispensável quando chega ao ponto que chegou, fiz o que tinha que fazer para que a banda não tivesse mais entraves e seguisse seu caminho em prol da música pesada do Brasil. No entanto, é um fato até que normal quando se trata de uma parceria, ideias diferentes são comuns em uma banda e devem ser discutidas mas muitos preferem o embate.

4 – O Attomica tem em curriculum quatro álbuns, contudo a maioria dos metalheads tem preferência pelo primeiro e pelo terceiro, “Attomica” e “Disturbing the Noise”. E eu me incluo neste rol, contudo os outros dois (“Limits of Insanity” e “4”) são muito bons, tanto que os tenho em meu acervo. Como criador da criatura como encara esta preferência por parte dos fãs?

André – Sinto esta preferência também, mas isso se concentra mais entre os fãs mais velhos. Os mais novos me parece que tem todos por igual. Em certos países ” Limits of Insanity e 4 ” parece se destacar mais…Fico feliz em saber que nossos trabalhos continuam a ser requisitados em todo o mundo.

5 – Esta geração mais nova, pelo menos parte que é influenciada e não pesquisa mais sobre a história do nosso Metal pode desconhecer o poderio sonoro do Thrash Metal visceral do Attomica. Agora é também interessante notar que tanto aqui como no exterior a banda está tendo seu material mais antigo relançado, lá fora inclusive em vinil e com CDs bem mais caprichados. Acredito que isto com certeza estimula a banda em novos projetos.

André – Como disse acima fico muito feliz com este interesse que chega a ser até maior lá fora que em nosso próprio país. Sim, estimula mesmo, inclusive até o mercado interno sofre melhoras com esses relançamentos no exterior.

6 – Hoje o line up está formatado em um power trio, uma segunda guitarra não faz falta? Principalmente ao vivo.

André – Estamos desde o começo de 2017 com esta formação e já participamos de vários festivais e shows menores até agora e não sentimos uma diferença significativa na sonoridade que nos faça pensar em contratar um novo guitarrista. Além do mais estamos nos sentindo confortáveis em palco e o público tem correspondido bem.

7 – Que bom, em relação aos questionamentos anteriores até adquirir o “4” contigo confesso que o desconhecia, completo ignorante kkkk. Ouvi e gostei nos diga o quinto álbum do Attomica já está a caminho, a banda já tem um track list para que este venha dar o ar da graça?

André – Sim, as musicas estão finalizadas e a programação é para entrarmos em estúdio em setembro próximo, aguardando aqui a primeira prova do desenho que será a capa.

8 – Com esta formação centrada num power trio com se deu o processo de composição das musicas novas? Foi mais difícil em face de falta de um segundo guitarrista?

André – Componho a parte instrumental e letras com uma ideia geral de arranjos dos instrumentos, levo para o ensaio e assim juntos fazemos adaptações se forem necessárias ao longo do tempo.

9 – Evidentemente que um novo álbum sempre é pauta para um planejamento para o futuro, contudo gostaria de saber que o Attomica tem a pretensão de cair na estrada e devastar as conchas auditivas dos europeus, dos hermanos da America do Sul e Central e quiçá dos malditos ianques.

André – “Attomica 4 ” foi lançado em 2012, portanto já a cinco anos e este trabalho nos proporcionou muitos momentos importantes ao longo desse período, inclusive a Tour EUA e México em 2013. É certo que as negociações para uma nova série de shows dentro e fora do país relacionadas ao novo álbum já estão sendo feitas.

10 – Agradeço a você André por ceder parte de seu tempo para nos responder, é uma grande honra para mim como old banger e que teve o privilégio de conhecer a banda nos seus primórdios está aqui a entrevistado através de sua pessoa. Fique à vontade para mandar sua mensagem final para nossos visitantes.

André – Eu que agradeço o momento. Acho importante ter esse espaço para esclarecer situações e também contar um pouco sobre o dia a dia que vivemos. Hoje conto com apoio dos irmãos Marcelo Souza ( Guitarra) Argos Danckas ( Bateria ) nosso Manager Phill Lima ( Over Metal ). Aos nossos fãs FORÇA E HONRA… Sem voces não existe cena… Sigam-nos pelas redes sociais e pelo aplicativo Attomica. Eu sou Andre Rod ( Vocal e Baixo ) … Forte abraço Jaime é uma grande honra para o Attomica.

https://www.youtube.com/attomicametal

Por: Jaime “TheMetalVox” Amorim

ATTOMICA – lenda do Thrash mais viva do que nunca Reviewed by on . Attomica, eis uma banda que tenho dois de seus álbuns inteiros no meu HD pessoal, meu cérebro. “Attomica” e “Disturbing the Noise”, duas pérolas do Thrash Metal Attomica, eis uma banda que tenho dois de seus álbuns inteiros no meu HD pessoal, meu cérebro. “Attomica” e “Disturbing the Noise”, duas pérolas do Thrash Metal Rating: 0
scroll to top
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com