sexta-feira , 22 setembro 2017

Home » Resenhas » Álbuns » CAVERNA/VELHO – SOB SIGNO DE OUROBOROS (TheMetalVox Recs/Hell Music/Resistência Underground/Necro Distro/Estúdio Albergue – 2017)

CAVERNA/VELHO – SOB SIGNO DE OUROBOROS (TheMetalVox Recs/Hell Music/Resistência Underground/Necro Distro/Estúdio Albergue – 2017)

julho 15, 2017 12:00 pm by: A+ / A-

Eis um Split que reúne em uma só tacada duas das bandas que representam de forma expressiva e contundente a atual safra do Metal negro nacional: Velho, do Rio de Janeiro/RJ e Caverna, de Patos/PB. “Sob o Ciclo de Ouroborus”, o mencionado Split, remonta ao ano de 2014, contando com oito faixas, sendo as quatro primeiras músicas do Velho e as quatro derradeiras músicas do Caverna, shows esses que foram gravados em datas e eventos distintos.

É necessário mencionar o verdadeiro triunfo que é o Split, relançado agora em 2017 num primoroso digipack, para o underground nacional: unir dois expoentes, não só isso, dois baluartes da cena underground atual, funcionando, por tal razão, como um marco histórico. O headbanger do futuro terá em “Sob o Ciclo de Ouroboros” uma amostra do poderio da cena atual e isso é formidável. Contudo, caro leitor, a meu ver nem tudo foi exitoso no Split em questão.

Para o Velho, neste momento, frise-se à exaustão, neste momento, o lançamento de um Split ao vivo me parece um tanto desnecessário. Mas isso eu digo apenas do ponto de vista do “expectador”. Vejam bem o porquê: o Velho acaba de lançar o disco “Ao Vivo em Jandira”, contendo todas as faixas apresentadas no Split, numa apresentação superior e melhor gravada. Isto é incontestável. Agora, volto à questão anterior: essa é a opinião de um mero “expectador”.

É lógico, clarividente, que uma banda quer ter lançamentos, e se nesse caso, somente nesse caso, o (re)lançamento do Split tenha se dado em condições bastante favoráveis e oportunas, ele faz sentido para o Velho. Sob a ótica do Caverna, o Split é de maior valia: registra uma apresentação ao vivo da dupla e vem para as mãos do público num garboso material físico, além de acompanhar a apresentação do Velho, o que abrilhanta ainda mais a obra como um todo. Contudo, a gravação é precária… Não me incomoda que seja suja (afinal de contas é um disco de Black Metal, porra!), mas a acústica é sofrível e o barulho da plateia (o barulho da plateia lembra o “Live” do Vulcano) acaba por prejudicar a banda, que tem músicas excelentes.

Enfim, apesar dos pesares, acredito que “Sob O Ciclo de Ouroboros” é um material que merece estar no acervo do headbanger. Representa a nossa cena atual, seus gigantes, as dificuldades existentes na hora de lançar um disco de música extrema, mas, sobretudo, tanto pelas bandas, quanto pelos selos envolvidos (TheMetalVox marcando presença), a força e a dedicação da nossa união headbanger! Força e honra, guerreiros!

Por: Davi Ludovico

CAVERNA/VELHO – SOB SIGNO DE OUROBOROS (TheMetalVox Recs/Hell Music/Resistência Underground/Necro Distro/Estúdio Albergue – 2017) Reviewed by on . Eis um Split que reúne em uma só tacada duas das bandas que representam de forma expressiva e contundente a atual safra do Metal negro nacional: Velho, do Rio d Eis um Split que reúne em uma só tacada duas das bandas que representam de forma expressiva e contundente a atual safra do Metal negro nacional: Velho, do Rio d Rating: 0
scroll to top
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com