domingo , 19 novembro 2017

Home » Resenhas » NERVOCHAOS – NYCTOPHYLIA (Cogumelo Discos – 2017)

NERVOCHAOS – NYCTOPHYLIA (Cogumelo Discos – 2017)

maio 26, 2017 9:51 pm by: A+ / A-

Como se não bastasse já ter lançado um álbum “miserável” como fora “The Art of Vengeance” o Nervochaos nos traz seu sétimo rebento no mesmo nível e ouso dizer que com sua sonoridade ainda mais consolidada e definida. Qual a razão desta minha assertiva? Ora bolas se você caro visitante não tivera a oportunidade de saber minha humilde opinião sobre leia agora clicando aqui para se situar melhor.

O fato, ou melhor, os fatos é que a banda capitaneada pelo seu fundador/mentor e também baterista Eduardo Leane nos traz aqui em “Nyctophylia” o seu melhor álbum, não temo ser confrontado com outra opinião, até posso respeitar, porém é o que senti ao ouvi-lo por diversas vezes. Bom frisar que Eduardo tem agora ao seu lado a excelente dupla de guitarrista constituída por Cherry (veterana da cena paulista/paulista) e o também vocalista Lauro Nightrealm – sua “interpretação” maléfica casou perfeitamente com a proposta da banda; além de trazer de volta para a banda o demoníaco baixista Thiago Anduscias. Esta line up soube realizar um excelente álbum e deixou-me boquiaberto, fucking great.

É o NervoChaos que soube evoluir (nada de depreciação com este conceito por favor) para melhor, tornando uma sonoridade outrora indefinida e sem um horizonte a ser contemplado de fato para uma banda com objetivo e uma sonoridade que agrada (muito) os ouvidos deste old banger. Death Metal com alguns flertes com Thrash, algo latente de Black Metal e um resultado fudido demais da conta, empolga e corrobora o que vez por outra afirmo: nossa cena está entupida de excelentes bandas e dos mais variados sub estilos metálicos, não deve nada ao resto do mundo, NADA!

A produção ficou mais uma vez sob a “batuta” do Alex Azzali, decisão mais do que acertada assim como a de manter o designer Alcides Burn na confecção da arte gráfica e o encarte ainda mais envernizado deu um up a mais ao material. Aqui temos treze “pedradas no crânio” só que quatro me cativaram mais, “Ad Majorem Satanae Gloriam” com certeza o supra sumo do álbum e a trinca infernal que finaliza o track list: “Dead End” (baixo matado, putz), “World Aborted” e “Live Like Suicide”. Hail NervoChaos!!!!

https://www.youtube.com/watch?v=NyRhNVwfnBw

Por: Jaime “TheMetalVox” Amorim

NERVOCHAOS – NYCTOPHYLIA (Cogumelo Discos – 2017) Reviewed by on . Como se não bastasse já ter lançado um álbum “miserável” como fora “The Art of Vengeance” o Nervochaos nos traz seu sétimo rebento no mesmo nível e ouso dizer q Como se não bastasse já ter lançado um álbum “miserável” como fora “The Art of Vengeance” o Nervochaos nos traz seu sétimo rebento no mesmo nível e ouso dizer q Rating: 0
scroll to top
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com